Perder peso rápido com jejum intermitente é a saída! Confira!

O jejum intermitente faz você perder peso rápido e é atualmente uma das tendências de saúde e fitness mais populares do mundo. As pessoas estão usando para perder peso, melhorar sua saúde e simplificar seu estilo de vida.

Muitos estudos mostram que ele pode ter efeitos poderosos em seu corpo e cérebro e pode até mesmo ajudá-lo a viver mais.

Este é o melhor guia para iniciantes em jejum intermitente.

O que é o jejum intermitente?

O jejum intermitente (FI) é um padrão alimentar que circula entre os períodos de jejum e alimentação.

Não especifica quais alimentos você deve comer, mas sim quando você deve comê-los.

A este respeito, não é uma dieta no sentido convencional, mas descrita com mais precisão como um padrão alimentar.

Os métodos de jejum intermitente comuns envolvem jejuns diários de 16 horas ou jejum de 24 horas, duas vezes por semana.

Perder peso rápido

O jejum tem sido uma prática em toda a evolução humana. Os antigos caçadores-coletores não tinham supermercados, geladeiras ou alimentos disponíveis durante todo o ano. Às vezes, eles não conseguiam encontrar nada para comer.

Como resultado, os humanos evoluíram para serem capazes de funcionar sem comida por longos períodos de tempo.

Na verdade, jejuar de vez em quando é mais natural do que sempre comer 3-4 (ou mais) refeições por dia.

O jejum também é frequentemente feito por razões religiosas ou espirituais, incluindo no islamismo, cristianismo, judaísmo e budismo.

Métodos de jejum intermitente

Existem várias maneiras diferentes de fazer o jejum intermitente – todas as quais envolvem dividir o dia ou a semana em períodos de alimentação e jejum. Durante os períodos de jejum, você come muito pouco ou nada. Estes são os métodos mais populares:

O método 16/8: também chamado de protocolo Leangains, envolve pular o café da manhã e restringir seu período diário de alimentação a 8 horas, como de 13 a 21 horas. Então você jejua por 16 horas no meio.

Perder peso rápido

Comer-Parar-Comer: Isso envolve jejuar por 24 horas, uma ou duas vezes por semana, por exemplo, não comer desde o jantar em um dia até o jantar no dia seguinte.

A dieta 5: 2: com este método, você consome apenas 500–600 calorias em dois dias não consecutivos da semana, mas come normalmente nos outros 5 dias.

Ao reduzir a ingestão de calorias, todos esses métodos devem causar perda de peso, desde que você não compense comendo muito mais durante os períodos de alimentação.

Muitas pessoas consideram o método 16/8 o mais simples, sustentável e fácil de seguir. Também é o mais popular.

Como isso afeta suas células e hormônios

Quando você jejua, várias coisas acontecem em seu corpo nos níveis celular e molecular.

Por exemplo, seu corpo ajusta os níveis de hormônio para tornar a gordura corporal armazenada mais acessível.

Suas células também iniciam processos de reparo importantes e alteram a expressão de genes.

Aqui estão algumas mudanças que ocorrem em seu corpo quando você jejua:

Hormônio do crescimento humano (HGH): os níveis do hormônio do crescimento disparam, chegando a aumentar 5 vezes. Isso tem benefícios para perda de gordura e ganho de músculo, para citar alguns.

Insulina: melhora a sensibilidade à insulina e os níveis de insulina caem dramaticamente. Níveis mais baixos de insulina tornam a gordura corporal armazenada mais acessível (8Trusted Source).

Reparo celular: quando em jejum, suas células iniciam processos de reparo celular. Isso inclui a autofagia, onde as células digerem e removem proteínas antigas e disfuncionais que se acumulam dentro das células.

Expressão gênica: há mudanças na função dos genes relacionadas à longevidade e proteção contra doenças. Essas mudanças nos níveis hormonais, na função celular e na expressão gênica são responsáveis ​​pelos benefícios do jejum intermitente para a saúde.

Uma ferramenta muito poderosa para perder peso

A perda de peso é o motivo mais comum para as pessoas tentarem o jejum intermitente (13 Fonte confiável).

Ao fazer você comer menos refeições, o jejum intermitente pode levar a uma redução automática na ingestão de calorias.

Além disso, o jejum intermitente altera os níveis hormonais para facilitar a perda de peso.

Além de diminuir a insulina e aumentar os níveis do hormônio do crescimento, aumenta a liberação do hormônio queimador de gordura norepinefrina (noradrenalina).

Devido a essas mudanças nos hormônios, o jejum de curto prazo pode aumentar sua taxa metabólica em 3,6–14%.

Ao ajudá-lo a comer menos e queimar mais calorias, o jejum intermitente causa perda de peso, alterando ambos os lados da equação calórica.

Estudos mostram que o jejum intermitente pode ser uma ferramenta muito poderosa para perder peso rápido.

Um estudo de revisão de 2014 descobriu que esse padrão alimentar pode causar perda de peso de 3 a 8% em 3 a 24 semanas, o que é uma quantidade significativa, em comparação com a maioria dos estudos de perda de peso.

De acordo com o mesmo estudo, as pessoas também perderam de 4 a 7% da circunferência da cintura, indicando uma perda significativa de gordura abdominal prejudicial que se acumula ao redor de seus órgãos e causa doenças.

Outro estudo mostrou que o jejum intermitente causa menos perda muscular do que o método mais padrão de restrição calórica contínua.